Uma das profissões mais antigas e mais procuradas, a Arquitetura surgiu na antiguidade, quando as pessoas começaram a se tornar aptas a construir e criar suas coisas a fim de se proteger das forças da natureza.

Mesmo sendo uma atividade extremamente antiga, a profissão se reinventou com o passar dos anos, criou novos projetos corporativos, introduziu novos projetos sustentáveis e evoluiu com o intuito de fazer com que sentimentos e emoções fossem transformados em projetos concretos e sonhos realizados. 

Pois é. Se acha que a Arquitetura se baseia somente na construção civil, está muito enganado, ela é muito mais do que isso. Neste artigo, você vai entender um pouco mais sobre a profissão, qual é a importância dela e, principalmente, como ela é dividida. Confira!

O que é Arquitetura?

Para definir a Arquitetura é preciso se desprender da ideia de que a profissão está baseada na construção e decoração de casa, escritórios e prédios. Embora ela esteja relacionada a isso, ela vai muito além dessa definição. 

Na verdade, a Arquitetura pode ser definida como um movimento artístico capaz de apresentar um propósito e finalidade para os projetos. Além de trabalhar a construção do projeto, a arquitetura edifica, organiza e determina a intenção do objetivo. 

Um bom exemplo que favorece a definição da profissão são os projetos corporativos. Os projetos corporativos são desenvolvidos não só com a finalidade de um espaço de trabalho, mas também com a necessidade de criar um ambiente harmônico e confortável para trabalhar.

Importância da Arquitetura

A profissão do arquiteto tem muita importância não só para as pessoas, como também para a cidade. Antes de colocar a mão na massa para construir um projeto arquitetônico, os profissionais engenheiros, arquitetos e urbanistas precisam pensar na forma com que o trabalho afetará a vida humana. 

Sabe-se que a construção civil é uma das grandes responsáveis por impactar a natureza, por isso, todo cuidado e atenção na hora de pensar na obra são poucos. Por isso, os arquitetos passaram a investir nos projetos sustentáveis

Os projetos sustentáveis, por sua vez, têm como finalidade diminuir o impacto causado pelas obras, valorizando e preservando o meio ambiente. De forma geral, o arquiteto, além de construir, se reinventar, ele é capaz de conscientizar a população em geral. 

Uma vez que o tema sustentável ganhou forças, os projetos de sustentabilidade no Rio de Janeiro e em São Paulo se destacaram.

Como se divide a Arquitetura

Tal profissão é dividida em 7 tipos. Veja: 

  1. Contemporânea;
  2. Moderna;
  3. Neoclássica;
  4. Arquitetura Medieval;
  5. Arquitetura Clássica;
  6. Egito Antigo;
  7. Arquitetura Neolítica.