Enquanto muitos têm a ambição de comprar um carro novo, os apaixonados por automobilismo e história sonham em reformar carros antigos. Aqueles que marcaram gerações. 

Quando esses veículos se encontram em bom estado de conservação, com as peças de motor funcionando perfeitamente, chamam a atenção por onde andam, sendo verdadeiras relíquias. Entretanto, restaurar carros antigos é uma missão que leva tempo e exige um certo planejamento. Entenda sobre o processo a seguir!

Veja o investimento necessário

O valor para investir na restauração varia conforme as condições do carro escolhido. Se a reforma é realizada em um automóvel popular, que ainda é comum circular pelas ruas, os custos são bem reduzidos. Afinal, é mais fácil encontrar as peças necessárias.

Por outro lado, quando o carro é mais antigo e o seu dono deseja mantê-lo o mais original possível, o valor final de todo o serviço pode ser muito alto. Isso porque correr atrás de itens originais, restaurar a funilaria e a pintura do veículo, bem como trocar as peças de motor, elevam a grandiosidade do investimento. Aqui, obviamente, vai depender também do estado de conservação.

Muito provavelmente, vai ser preciso trocar demais componentes, como suspensão de carro.

Procure pelas peças adequadas

As peças originais são, sem dúvida, sempre a melhor escolha. Em longo prazo, peças paralelas podem dar problemas com constância. Quando seu objetivo é restaurar carro antigo, um ótimo lugar para buscar por produtos é em loja de autopeças online.

Além disso, é interessante ir às feiras de exibição de automóveis, pois nesses lugares dá para encontrar outros amantes automobilísticos. Provavelmente, tais contatos podem indicar estabelecimentos de confiança que comercializam itens originais. 

Dê uma atenção para a estética

Seja crítico com a estética do projeto. Tendo um bom serviço de funilaria e pintura, exemplificando, é meio caminho andado para desenvolver o processo de restauração. São trabalhos minuciosos, que exigem muita competência e experiência para que sejam bem-feitos. 

Dessa forma, fique atento à qualidade e aos tons da tinta. Também no estado de conservação da lataria do veículo.

Escolha um mecânico de qualidade e exponha seus desejos

Bom, claramente você deve ir atrás de um mecânico qualificado, que seja mentor do projeto, responsável pelo trabalho e ouça as ideias do cliente. Ter uma conversa franca antes de começar o trabalho de restauração é fundamental para alinhar as ideias do projeto.